Royalties Mecânicos e de Desempenho

Os royalties mecânicos e de performance são dois tipos fundamentais de royalties musicais, mas são gerados e coletados por meios diferentes. Cada um desempenha um papel crucial para garantir que compositores, compositores e editores sejam compensados ​​pelo uso de suas músicas.

Royalties Mecânicos

Royalties mecânicos são pagos a compositores e editores quando uma cópia de uma de suas composições musicais é feita, seja fisicamente (como CDs e vinil) ou digitalmente (incluindo downloads e streams).

Como eles são gerados:

  • Vendas Físicas: Os royalties são gerados sempre que uma música é reproduzida em formatos físicos, como CDs e discos de vinil.
  • Reprodução Digital: Inclui downloads e streams digitais. Cada play em plataformas como Spotify ou Apple Music é considerado uma reprodução que gera royalties mecânicos.

Como são coletados:

Nos Estados Unidos, os royalties mecânicos para música digital são coletados pelo Mechanical Licensing Collective (MLC) e por editoras musicais ou entidades como a Harry Fox Agency para vendas físicas. Noutros países, agências similares ou organizações de gestão coletiva (CMOs) cuidam destas tarefas.

 

Royalties de desempenho

Os royalties de execução são pagos a compositores, compositores e editores quando a música é executada publicamente. Isso inclui apresentações ao vivo, bem como transmissões de rádio e televisão e streaming pela Internet.

Como eles são gerados:

  • Apresentações Públicas: Inclui concertos ao vivo, música tocada em restaurantes, bares e outros locais públicos.
  • Transmissões: Música tocada no rádio e na televisão.
  • Streaming digital: Ao contrário dos royalties mecânicos, refere-se ao direito de executar publicamente a música, e não de reproduzi-la.

Como são coletados:

Os royalties de desempenho são coletados por Performing Rights Organizations (PROs), como ASCAP, BMI e SESAC nos Estados Unidos, e organizações semelhantes em todo o mundo. Estas entidades licenciam música em nome dos seus membros e distribuem os royalties arrecadados.

 

Principais diferenças

  • Fonte de Royalties: Os royalties mecânicos provêm da reprodução de música, enquanto os royalties de performance provêm da execução pública ou transmissão de música.
  • Base Legal: Eles são regidos por diferentes conjuntos de regulamentos legais. Os royalties mecânicos geralmente têm taxas legais em algumas jurisdições, enquanto os royalties de desempenho são geralmente negociados por PROs.
  • Agências de cobrança: Diferentes organizações são responsáveis ​​pela cobrança desses royalties, sendo os royalties mecânicos frequentemente gerenciados por agências ou editoras especializadas, e os royalties de desempenho gerenciados por PROs.

Compreender estas diferenças é crucial para artistas, compositores e editores musicais garantirem que são totalmente compensados ​​por todas as utilizações do seu trabalho. Cada tipo de royalty representa um fluxo de renda vital na indústria musical, refletindo diferentes usos e direitos associados às composições musicais.

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 6 de 8
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

Comentários

0 comentário

Artigo fechado para comentários.